prof pedro em Fronteira

web site de apoio às turmas da escola básica integrada Frei Manuel Cardoso

4 comentários»

  João wrote @

Professor, no manual (página 78), diz que uma pequena alteração na política de crédito poderia provocar um desequilíbrio entre a oferta e a procura. Essa alteração aconteceu?
E, ainda no manual (página 92) afirma: ”…tomada de posse de Estaline como secretário-geral do PCUS…” O que é «PCUS»?

Obrigado🙂

  pbs wrote @

Olá, João!

Não tenho aqui comigo o nosso manual, mas em relação à pergunta sobre o crédito: repara que se as pessoas tiverem mais capital disponível (se lhes for concedido crédito) podem procurar comprar mais produtos e, por isso, pode aumentar a procura… quando a procura cresce o preço dos produtos vai aumentando (e também os lucros das empresas)… O que provocou a crise de 1929 foi, no entanto, principalmente, a especulação… como havia a expectativa que as empresas iam valorizar cada vez mais… ia-se comprando acções a preços cada vez mais altos, pensado que no futuro ir-se-ia vender as acções ainda mais caras… Por outro lado, a crise é também uma crise de super-produção… na verdade, as empresas produziram mais do que era necessário, inundando os mercados. Assim, a oferta aumentou muito e os preços, claro, baixaram… provocando o prejuízo das empresas… o desemprego. O desemprego, por seu lado, faz reduzir ainda mais a procura (uma vez que as pessoas não têm dinheiro para comprar) e, assim, as empresas não podem vender os seus produtos… entramos, pois, no circulo vicioso da crise… e na grande depressão dos anos 30.

A segunda questão… é mais simples. PCUS é a sigla de “Partido Comunista da União Soviética”…

Bom trabalho!

Prof. Pedro

  João wrote @

Olá de novo, professor!🙂
Hoje vim com mais questões, às quais espero que o prof. Pedro me possa ajudar:
– Como é que a crise de 1929 se fez sentir a nível mundial, e que propostas foram apresentadas?
– Como se caracterizam os regimes fascista e nazi?
– Em que consistiu a violência totalitária da era estalinista?
– Quais foram as tentativas de Frente Popular na França e na Espanha, e qual os seus resultados?
– O que era o culto da personalidade?
– A 2ª Guerra Mundial resultou da invasão da Polónia pela Alemanha, mas como é que isso se expandiu à escala mundial, o seu desenvolvimento, e quais as suas consequências?

Todas estas questões estão nas páginas 76, 92 e 116. Tentei resolve-las, mas não tenho certeza se estão correctas, então decidi coloca-las ao professor.´

Desculpe o incómodo, e obrigado😀

  pbs wrote @

Olá, João.

Durante as nossas aulas, respondemos a todas e a cada uma das questões que aqui fazes… e, como imaginarás, são perguntas muito abrangentes… que levam aulas inteiras a ser respondidas… como, aliás, fizemos.

Acerca da última pergunta, embora muito importante, não será objecto do teste de amanhã, uma vez que está relacionada com a 2ª Guerra Mundial. De qualquer forma, vimos que a Alemanha estabeleceu alianças a nível mundial, nomeadamente, com países em que existiam regimes autoritários como o Alemão, com os mesmo princípios ideológicos, com a mesma ideia expansionista e belicista e, portanto, é natural que um conflito iniciado pela Alemanha tivesse o apoio desses países, eles próprios – como o Japão – também
eram belicistas e expansionistas. O desenvolvimento da 2ª Guerra Mundial, foi objecto de duas aulas, em que vimos as várias fases em que a guerra se pode dividir, ora com o avanço das Forças do Eixo, ora com a recuperação dos Aliados. A 2ª Guerra Mundial provocou, explicando de uma forma muito simples, grandes alterações ao nível económico (destruição de muitas economias, nomeadamente europeias), sociais (em que se pode destacar os milhares de mortos e feridos e/ou o genocídio judeu) e políticas (objecto da nossa última aula… com a alteração de fronteiras, quer na Europa, quer no resto do mundo… a independência de várias colónias, a criação da Organização das Nações Unidas…).

Reforço que as perguntas que fazes são muito abrangentes e foram já respondidas ao longo das aulas… e demoram várias aulas a responder… portanto o que te estou a dizer aqui é apenas uma síntese muito breve do que deve ser dito sobre elas…

Em relação à crise de 1929, ela deveu-se a uma crise de superprodução (consulta a rubrica de conceitos aqui do site… e como, aliás, expliquei ontem…) e à especulação bolsista. Com efeito, a descida muito repentina do valor de acções na Bolsa de Nova Iorque (EUA) fez com que todo o sistema financeiro entrasse em ruptura… e assim, os EUA que eram naquela altura (após a I Guerra Mundial) os credores (quem tinha emprestado dinheiro ao mundo para se reerguer após a guerra) do mundo vão pedir o seu dinheiro de volta… ora os países precisam desse dinheiro para se desenvolverem… e vêem, por isso, as suas economias afectadas. Por outro lado, os EUA deixam de comprar a outros países as matérias-primas que antes compravam (e de cuja venda os outros países dependiam), mas também de vender os seus produtos nesses países, pois eles não os podiam comprar… instala-se um círculo vicioso… que afecta a economia a nível mundial. Várias foram as propostas apresentadas para responder a esta crise… mais e menos democráticas, algumas autoritárias mesmo. Nos EUA é criado o New Deal (vê a rubrica de conceitos aqui do site… e a ficha de apoio nº 9) que é um plano de intervenção do Estado na economia, com vista a, principalmente, resolver o problema do desemprego e ajudar ao crescimento económico… Em alguns países europeus foram adoptadas medidas semelhantes… mas houve outros países, como a Alemanha e a Itália, onde a par dos problemas resultantes da I Guerra Mundial, a crise dos anos 30 fez emergir partidos de extrema direita… Esta questão e a próxima que fazes… estão respondidas nas fichas de apoio nº 10 e 11 (também disponíveis aqui no site… e as rubricas de conceitos e personalidades… já viste?)…

Portanto, quanto às características dos regimes nazi e fascista… tens tudo explicado nessas fichas de apoio que vos dei… se tiveres uma dúvida específica, depois de analisar as fichas… então, poderei responder-te. Nas tais fichas de apoio também tens explicado o que queremos dizer quando falamos em Culto da Personalidade. Aliás há uma ou duas aulas atrás… a Anabela fez exactamente essa pergunta e, após a minha resposta, todos disseram ter compreendido… recordaste?
Trata-se de uma característica comum a todos estes regimes totalitários (de uma forma simplista, regimes em que o Estado tem um poder total sobre toda a vida individual e colectiva… “tudo dentro do Estado, nada fora do Estado”) – Nazismo, Fascismo e Estalinismo. Na verdade, em cada um deles se presta culto, se venera, o Estado organiza manifestações de apoio ao chefe. Na Alemanha, o regime Nazi presta culto a Hitler. Na Itália, os fascistas veneram Mussolini. Na URSS, o regime Estalinista vê Estaline como o “pai dos povos”. (Viste as rubricas de personalidades aqui do site?)

Quanto à questão sobre a violência na era Estalinista, tratando-se de um regime totalitário (expliquei mais acima), nesta era recorreu-se à violência para fazer valer os poderes do Estado, obrigando as pessoas a cumprir o que era imposto pelo Estado Totalitário. Assim, houve pessoas presas, levadas para campos de trabalho forçado ou mesmo mortas por não concordarem com as políticas levadas a cabo pelo estado central. Considerava-se que só assim era possível fazer com que a riqueza fosse distribuída de uma forma equitativa entre todas as pessoas, promovendo a justiça social.

Os governos de Frente Popular (que reuniram todos os partidos de esquerda, desde os socialistas reformistas até aos mais revolucionários), em França e em Espanha, devem ser vistos como tentativas de resposta aos problemas desses países após a I Guerra Mundial, os problemas decorrentes da Crise de 1929 e, ainda, uma tentativa de impedir que se instalassem regimes fascistas (autoritários de direita) nesses países.
Nem sempre os resultados foram os esperados, não só devido à gravidade da crise, mas também devido a ascensão de movimentos fascistas (em Espanha, durante a guerra civil, esses grupos foram apoiados pelos Alemães… numa espécie de ensaio para a II Guerra Mundial) e às próprias divisões dentro desses governos de Frente Popular, uma vez que reuniam pessoas com ideias muito diferentes…

Digo mais uma vez, que esta é uma síntese muito resumida do que pode ser dito em resposta às perguntas que fazes… e que demoraram várias aulas a ser respondidas…
Deves procurar consultar os vários materiais de estudo que tens disponíveis e fazer questões mais concretas…

Bom trabalho!

Prof. Pedro


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: